Tratamentos Gengivais

Periodontia
É a especialidade da odontologia que previne e trata das doenças dos tecidos de proteção e sustentação dos dentes, ou seja, gengiva, ligamento periodontal e osso alveolar. Os problemas gengivais classicamente são divididos em duas grandes classes: as gengivites e as periodontites.

Gengivites
As gengivites são inflamações na gengiva ao redor da margem do dente. Elas são causadas principalmente por acúmulo de placa. Esta placa causa sangramento e alteração na cor da gengiva para um vermelho "mais vivo".

Periodontites
De uma maneira geral, podemos afirmar que as periodontites são um estágio avançado das gengivites. Neste caso ocorre acúmulo de placa "dentro" da gengiva, o que leva a uma reação inflamatória mais grave. Caso o paciente não procure auxílio, esta inflamação começa a reabsorver o osso ao redor do dente, deixando ele mais "frouxo", o que pode levar à perda do dente.
A principal causa das doenças periodontais é a placa bacteriana, que é um acúmulo de bactérias e de resíduos de alimentos que se depositam sobre os dentes quando não é realizada uma boa higienização bucal. Entretanto, existem outros fatores que podem agravar a doença como fumo, estresse, alguns medicamentos, mudanças hormonais (como no caso das mulheres durante a gravidez), diabetes e outras doenças que afetam o sistema de defesa do organismo.

Sinais e Sintomas
Quem tem doença periodontal dificilmente sente dor.
Os principais sinais:
- Sangramento ao escovar os dentes e ao passar o fio dental;
- Gengivas vermelhas e/ou inchadas;
- Dentes amolecendo ou mudando de posição;
- Mau hálito constante ou gosto ruim na boca;

Tratamento
Inicialmente, o tratamento deverá ser feito pelo dentista.
No caso da gengivite, a profilaxia (limpeza), a escovação e o uso do fio/fita dental regularmente regridem a doença.
No caso da periodontite, deverá ser feito um tratamento mais profundo como a raspagem subgengival. Deverá ter um controle rigoroso, tanto pelo dentista quanto pelo paciente, através da escovação e do uso do fio/fita dental.
Em alguns casos o dentista poderá prescrever antissépticos como auxiliar no tratamento. O uso de escovas interdentais, unitufo ou elétricas também poderá ser utilizado dependendo do grau de destreza de cada paciente.
O uso do Ultrassom na Periodontia
O Ultrassom Periodontal é uma ferramenta importante na prática odontológica. Uma pontinha que fibra e que joga água para evitar o super aquecimento ajuda na raspagem de tártaro e na remoção de manchas externas.
Para o periodontista a remoção de tártaro é um trabalho quase que artesanal, de paciência e de conformidade na briga pelo restabelcimento da saúde gengival. Essa raspagem visa remoção do tártaro e o alisamento da superfície do dente para que este acumule menos placa e, assim, forme menos tártaro futuramente.
Um tratamento combinado com raspagem manual aliado com ultrassom periodontal pode ser mais eficaz do que apenas a raspagem manual dependendo da severidade da doença do paciente. Por isso é importante a avaliação de um periodontista para recomendação da melhor forma de tratamento para cada paciente de maneira individual.